segunda-feira, 29 de março de 2010

Olá.. Aline amiga parabens pelo flog e estamos juntos sempre que precisar to aqui.. grande beijo a todos..



Love sobre dupla com Adriano: ‘Estamos provando que está dando certo’

Atacante diz que briga pela artilharia com o Imperador é sadia e que torce para os dois terminarem com mesmo número de gols no Carioca


Amigos dentro e fora de campo, Vagner Love e Adriano mantêm a mesma relação sadia por mais que estejam brigando pela artilharia do Carioca. Essa disputa, na verdade, serviu até mesmo para o camisa 9 da Gávea fazer uma espécie de desabafo aos que disseram, na época em que foi contratado, que a dupla não daria certo por terem características parecidas.

Marcia Feitosa/Vip.com

Andrade conversa com os artilheiros do Carioca, Adriano e Vagner Love

Mas o tempo, o desempenho da dupla e os seus números conseguiram provar que estes críticos se enganaram. Pelo menos é isso que Love deixou claro na entrevista coletiva que ele concedeu na última sexta-feira, na Gávea.

- Muita gente questionou este ataque. Estamos provando dentro de campo que ele está dando certo. É bom ter esses gols e esses números - disse o atacante, que lidera a artilharia do Carioca com 11 gols.

Logo atrás dele vem Adriano, com 10. Mas os números mencionados por Love não são apenas estes. Dos 54 gols marcados pelo Flamengo em 2010 (contando o Carioca e a Libertadores), 24 (ou 54,5%) foram feitos pelo Império do Amor. Coincidência ou não, as únicas duas derrotas rubro-negras no ano (Botafogo, na semifinal da Taça Guanabara, e Universidad de Chile, em Santiago) aconteceram em jogos em que um dos integrantes da dupla não marcou gol.

Além do entrosamento confirmado pelos números, a intenção de Love e de Adriano é igual com relação à artilharia do Carioca.

- Espero que ele continue sendo meu adversário na artilharia e que eu e ele continuemos fazendo gols. Quem sai beneficiado é o Flamengo. Seria muito bom se o Flamengo ganhasse o título com os dois como artilheiro da competição - disse Vagner Love.

O Império do Amor estará em campo contra o América, às 16h (horário de Brasília) de domingo, no Engenhão.


quarta-feira, 24 de março de 2010


ola a todos...olha eu tenho que rir mesmo.. so rindo ..bjs


Animação de Adriano deixa Andrade otimista para o jogo contra o Tigres

Treinador acredita que sinais de paz do Imperador podem significar gols. Flamengo só perdeu em 2010 quando Império do Amor não marcou







Adriano e suas novas chuteiras com travas automáticas que irá estrear contra o Tigres

O capitão do Tri, Carlos Alberto Torres, costumava dizer que nos dias em que Pelé acordava cantando era sinal de que o Rei acabaria com os jogos. No Flamengo, Andrade vive situação semelhante, guardadas as proporções, com Adriano. O fato de ver que o Imperador está feliz e em paz interior deixou o treinador animado para o jogo contra o Tigres, nesta quarta-feira, no Engenhão.

Segundo Andrade, o atacante dá sinais de que as polêmicas extra-campo que ele tem vivido parecem não afetá-lo mais. Principalmente após Adriano ter sido decisivo contra o Botafogo, quando marcou os dois gols que garantiram o empate, no último domingo.

- Você percebe no dia a dia quando o Adriano está alegre e brincalhão. Sinto que ele está inspirado e que alguma coisa boa vai acontecer. Sinto que ele está em paz, junto com grupo. Quando ele está assim é bom sinal para todos – disse Andrade.

A animação do treinador com o estado emocional do Imperador é justificável. Afinal, as únicas derrotas do Flamengo em 2010 (contra o Botafogo, na semifinal da Taça Guanabara, e contra o Universidad de Chile, na última quarta-feira) só aconteceram quando Adriano e Vagner Love entraram em campo, mas não marcaram gols.

- Vinícius Pacheco vinha até fazendo gols, mas sabemos que esses dois jogadores são goleadores e dependemos muito deles – disse Andrade, que justificou a escalação de Petkovic como titular como uma forma de o Império do Amor ter mais chances de marcar.

terça-feira, 23 de março de 2010

beijos e beijos


Petkovic avisa que Imperador sabe lidar com polêmicas

Jogador mais experiente do elenco do Flamengo, Petkovic conheceu Adriano quando o atacante era um menino tímido revelado nas categorias de base. Hoje, ele se tornou Imperador, e o sérvio, aos 37 anos, ressurgiu das cinzas e formou com ele uma dupla determinante na conquista do Brasileirão do ano passado. Com tranquilidade, o meia confia no sucesso do companheiro.

“Adriano não é mais criança, é jogador formado, homem, pai de família. Aparentemente, está lidando bem com os problemas. Minha relação é de respeito e tenho muito carinho por ele, pois participei de sua formação há 10 anos. A gente não sai junto, não convive fora de campo, até pela diferença de idade, estilo de vida, mas sempre tivemos bom relacionamento. Conversamos quando está sozinho, mas quando tem vaga, pois é muito cobiçado. Sabe que comigo vai encontrar conselhos diferentes dos demais, por isso não estou dando muitos conselhos”, disse Pet.

Os problemas extracampo envolvendo Adriano e Vagner Love tomaram conta do noticiário sobre o Flamengo. Mas tais polêmicas ainda não atingiram o time em campo. Na temporada, foram apenas duas derrotas, para o Botafogo na semifinal da Taça Guanabara, e para a Universidad do Chile, pela Libertadores

“São jogadores experientes. Quando estão abertos, conversamos. Quando não estão, deixamos em paz. Cada um lida com os problemas da forma que sabe. Graças a Deus, o nosso trabalho dentro de campo não tem sido influenciado por isso. E vamos seguir trabalhando para superar esses problemas”, analisou Petkovic.

Os gols nos últimos jogos ajudaram a diminuir a pressão sobre o time. A vitória sobre o Vasco e o empate com o Botafogo mantiveram o Flamengo na liderança do Grupo A da Taça Rio.

“Tudo isso que aconteceu foi muito importante para todos. Ajuda na autoestima, a tirar o foco. Acho que o Adriano foi feliz no jogo, pois qualidade ele tem de sobra e isso nunca esteve em dúvida. Só poderia ter ajudado em particular o Adriano e muito o Flamengo”, afirmou Petkovic.

TITULAR MAIS UMA VEZ

Petkovic será titular novamente contra o Tigres, amanhã, às 19h30, no Engenhão. Nada que mude o seu humor. O afastamento do grupo depois do Fla-Flu faz parte do passado para o jogador, que evita o assunto. No momento, só pensa em corresponder ao carinho recebido dos torcedores enquanto ficou no banco.

“Só penso em fazer o melhor quando estou dentro das quatro linhas. A motivação é uma coisa que vem de dentro. Estou feliz e respeitado. A torcida tem muito carinho comigo e sempre me apoiou, por isso quero devolver isso à torcida, que é fenomenal”, afirmou.

No ar ainda a questão sobre a renovação do contrato com o Flamengo, que termina no dia 15 de junho. Petkovic deixa o assunto a cargo do empresário Josias Cardoso. Mas o futuro é incerto. “Se tivesse me perguntado há um tempo, poderia te responder. Agora não posso. Minha vontade é muito clara e não preciso repetir”.

segunda-feira, 22 de março de 2010


ola a todos hoje vou copiar a aline miga que saudade, mais ela ta bem ta reconstruindo a vida dela as vezes aparece um espírito de porco mais ele é guerreira.. Dani muita luz e saúde para cuidar dos pimpolhos... grande beijo




Andrade diz que, em campo, Adriano decide
22 de março de 2010 • 09h11




O grande herói flamenguista no clássico foi Adriano, que marcou dois gols e garantiu
Adriano comemora um de seus gols diante do Botafogo


As novas chuteiras coloridas e o momento conturbado que vive fora dos gramados não mudaram o futebol do atacante Adriano. O camisa 10 mais uma vez foi decisivo para o Flamengo, ao marcar dois gols e evitar a derrota da equipe no clássico. O jogador, no entanto, não quis dar qualquer declaração na saída do gramado e fez cara de poucos amigos até entrar no vestiário.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Andrade fez questão de sair em defesa do artilheiro e ressaltou o poder de decisão do craque.

"O Adriano teve uma semana difícil, mas, quando a gente precisou, ele resolveu. É um grande jogador, com uma qualidade inquestionável", elogiou o treinador, comentando ainda sobre o momento desconfortável vivido pelo atacante e outros jogadores do elenco rubro-negro envolvidos em problemas extracampo.

"A imprensa bateu muito e eles ficaram chateados, mas é coisa passageira. Logo eles voltam a falar e tudo ficará normal de novo", frisou o treinador, referindo-se ainda a Vagner Love e Willians, que se negaram a dar entrevistas.

Andrade espera que os fatores extracampo não desestabilizem o time nas partidas. "Alguns comentários sobre os jogadores foram maliciosos e tentaram desestabilizar o grupo, mas estamos fechados e motivados para que isso não nos atinja", disse.

Para o zagueiro Fabrício, a partida de ontem serviu para mostrar quem é o verdadeiro Adriano. "Ele mostrou que é o verdadeiro Imperador. Quando a gente precisa, ele aparece para nos ajudar", comemorou.

sábado, 20 de março de 2010


Oii.. bem classico chegando um frio na barriga mais vamos com tudo mengão.. olha gente cada coisa que eu leio que eu fico mais boba imagine a mãe do dri..não é mole não...um bom fds a todos .. bjs



Andrade: 'Adriano voltará a brilhar pelo Fla'

Lancepress

Mais uma vez, Andrade minimizou os problemas particulares de Adriano e garantiu: o Imperador reencontrará seu bom futebol.Para o técnico rubro-negro, o apoio dos companheiros de equipe será essencial para que o atacante recupere sua antiga forma.

- O Adriano é um ídolo, uma estrela, um grande jogador. Tenho certeza de que quando ele se recuperar dos problemas extracampo voltará a brilhar aqui pelo Flamengo - afirmou Andrade, que também ressaltou o respeito que tem pela vida particular do jogador.

- Na vida pessoal dele, eu não costumo me meter. Nem gosto disso - disse o treinador

sexta-feira, 19 de março de 2010

ola gostando muito da participação de todos um blog do Eduardo Tironi faz uma pergunta muito interessante e lançou essa pergunta que eu adorei... vou deixar o link e tem varios comentarios muito legal...grande beijo


http://blog.lancenet.com.br/tironi/post/2010/03/17/Ate-onde-se-pode-ir.aspx

Até onde se pode ir?


O caso Adriano e Vágner Love e suas aventuras nas favelas renderia editoriais, resposta do ombudsman, entrevista com o editor chefe, entrevista com o editor de esportes, opinião do editor de polícia... tudo isso no "New York Times" se acontecesse nos Estados Unidos.

Não porque os Estados Unidos é um país melhor do que o Brasil (é em alguns aspectos e não é em outros), mas porque o "New York Times" é o jornal do mundo que mais discute jornalismo. Os limites, os deveres, a ética, o interesse do leitor... enfim, é um local em que se discute em altíssimo nível o bom jornalismo.

Nas redações pelo Brasil esta discussão também está na pauta. Talvez em um volume menor do que deveria, mas está.

O que é de interesse para o leitor? O que é só a vida particular do atleta e que não devemos focar? Há uma linha quase invisível separando uma coisa da outra.

Muitas vezes limites são ultrapassados. Em outras, o excesso de prudência faz com que não sejam divulgadas informações importantes para o cidadão, torcedor, o leitor. Natural, para um tema que ninguém (repetindo: ninguém, jornalista ou não) tem as respostas definitivas.

Sem querer ser o ombudsman da imprensa brasileira (nem teria esta capacidade), coloco aqui meus pontos de vista sobre a questão.

É louvável por parte de Adriano e Vagner Love não virar as costas para o lugar onde nasceram.

A frase que Love deu para a TV Globo após ser filmado acompanhado de homens armados na Rocinha é de uma sinceridade elogiável: "Pessoas armadas na favela é a coisa mais normal do mundo".

De maneira involuntária até, o jogador quis dizer: "Há um mundo no morro que, quem não é de lá, não conhece e não entende." Um mundo abandonado pelo Estado, mas que ele, Love, não abandonou. Portanto, a presença dele na favela não tem nada demais.

Não se pode cobrar de Adriano ou Vagner Love o papel de exemplo. Porque eles não têm a cabeça de quem sempre teve comida na mesa, roupa para vestir, escola para ir. Eles não sabem dar exemplo quando vêm de um mundo que não é exemplo para nada. Portanto, é simplista demais imputar uma responsabilidade dessas sobre eles.

Porém, tanto Love quanto Adriano são cidadãos. E cidadãos especiais, porque são famosos. Quando um cidadão convive com traficantes, está sujeito a ser investigado. Quando um cidadão dá uma moto para a mãe de um traficante, ele deve ser ouvido sobre o assunto pela polícia. E a imprensa tem a obrigação de levar isso ao público, ao cidadão.

Este é um post que pretende gerar uma discussão em alto nível sobre o assunto. Aguardo seu comentário. Aqui, vale colocar o link para um post escrito depois desse. Acesse clicando aqui

quarta-feira, 17 de março de 2010


Ola comprei o jornal e li as acusações contra o Adriano .. ele deve ter irritado alguém no jornal o dia . porque amigo que fase hem..olha didico começas a ir nos grupos de orações que sua mãe ta fazendo hem..rezar nunca é demais... mais tirando o extra campo vamos com tudo flamengo...

Fla entra em campo para dar fim ao terremoto

Time enfrenta a Universidad de Chile para manter a liderança e abafar a crise no Império do Amor


(


Conhecido por sua enorme capacidade de não tremer na hora decisiva, o Flamengo encara a Universidad de Chile, nesta quarta-feira, às 21h50, em Santiago, com transmissão em tempo real pelo LANCENET!, para se livrar dos abalos sísmicos que enfrenta desde o começo do ano.

Na capital chilena, ainda traumatizada pelo terremoto que matou centenas de pessoas, o rubro-negro joga para abafar as enormes confusões em que o Império do Amor se meteu e também para manter a invencibilidade e a liderança do Grupo 8 da Libertadores.

Depois do barraco com a noiva na Favela da Chatuba, Adriano agora terá de prestar satisfação à Polícia Civil pela moto supostamente dada de presente a Marlene Pereira, mãe do traficante Mica, do Complexo do Alemão. O mesmo terá de fazer Vagner Love, flagrado em um vídeo ao lado de traficantes fortemente armados, na Rocinha.

Acostumado com turbulências, Flamengo viaja para o Chile sem medo de terremoto

O promotor Alexandre Murilo Graça, da 17a Promotoria de Investigação Penal, do Ministério Público, enviou ofício à Delegacia de Combate às Drogas (Decod) determinando o depoimento de Adriano, de Marlene Pereira e também de funcionários da concessionária que supostamente vendera a moto para o Imperador. Entretanto, a data dos depoimentos ainda não foi marcada.

O Ministério Público solicitou ainda que o Detran forneça informações sobre o histórico do veículo e se Marlene, mãe de Mica, possui carteira de habilitação.

– Pelo que foi publicado (no jornal “O Dia”), a conclusão lógica é que muito provavelmente o traficante tenha pedido para o atacante do Flamengo comprar a moto para ele, deixando transparecer que houve lavagem de dinheiro – explicou o promotor.

Por tudo o que tem acontecido, o Estádio Nacional vai tremer hoje!

Com a palavra:

Fabiano Rangel Moreira

PROMOTOR DA 5ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE EXECUÇÃO PENAL

"A minha competência só começa após a condenação. O que posso dizer é que sempre se investiga a finalidade do presente que está sendo dado. Depende muito do objetivo. É importante observar se existe uma conexão direta. Por exemplo, no caso do cantor Belo, que ocorreu em 2002, ele emprestou dinheiro para um traficante comprar drogas e abastecer o tráfico. Em troca, ainda pediu uma arma, configurando o crime. Não podemos associar um caso a outro. É importante sempre investigar a finalidade. Se foi um simples presente, se realmente teve associação com o tráfico".

segunda-feira, 15 de março de 2010



Olá bem estou de volta mesmo como o Adriano disse não vou dar esse gostinho pra quem vibrou com o meu afastamento mesmo.. tipo assim consegui.. ta bbom querida to aqui e agora sem papas na lingua antes ja não tinha agora mesmo que piorou adriano vai rir muito mais...não entendi o recado para pessoas más não mesmo ele divia ter esplicado não vi a entrevista do fantastico.. tava com preguiça... grande beijo a todos e todos os orkuts flogs e blogs do dri amei o apoio.. grande beijo



driano surpreende e aparece na Gávea

Adriano, que normalmente não aparece na Gávea após os jogos do Flamengo, esteve no clube nesta segunda-feira. O atacante permaneceu apenas 35 minutos na sede do Flamengo, onde se reuniu com o todo grupo em uma rápida conveda com técnico Andrade. Vestindo uniforme e chinelos, o Imperador voltou ao vestiário e em seguida deixou o clube, já que apenas os jogadores reservas fariam um coletivo diante dos juniores. Em 2010, esta é a segunda ocasião em que Adriano compareceu ao treino após um jogo | Foto: Marcelo Regua / Agência O Dia

domingo, 14 de março de 2010

Olá gostaria de agradecer o carinho de todos nos cometarios mais não ia mais escrever nada aqui até minha raiva passar, mais com essa ficha corrida que eu fiquei passada ... tinha que voltar gente naõ me canso de ler kkkkkkkkk não é mole não...grande beijo



Paixão de Adriano do Flamengo, Joana Machado já se envolveu em outras situações polêmicas




RIO - No Império do Barraco em que se transformou a vida amorosa de Adriano e de sua noiva, Joana Machado, a musa do jogador do Flamengo disputa cada lance com o atacante quando o assunto é passado de polêmicas. Imperador e Imperatriz se completam e se merecem, porque são exatamente iguais.

Aos 29 anos, a personal trainner já tem em seu currículo três episódios envolvendo a polícia. Diferentemente de Adriano - que costuma aprontar escondido na favela da Chatuba, na Penha - os locais escolhidos por Joana para protagonizar as confusões foram bairros nobres, da Zona Sul.

Num deles, em 2001, Joana e uma funcionária pública discutiram num supermercado na Avenida Jardim Botânico. De acordo com o registro, feito na 15 DP (Gávea), a confusão aumentou quando "uma puxou o canivete para a outra". Joana e a outra cliente do supermercado foram levadas para a delegacia. O crime foi registrado como ameaça.


Três anos depois, no mesmo bairro, Joana Machado teve mais um embate público. Desta vez, com um policial militar. De acordo com a ocorrência, registrada na 15DP, a modelo se negou a descer do carro que dirigia e discutiu com o PM que a abordou. Ela foi autuada por desacato.

Há dois anos, o palco do barraco foi no bairro do Leblon. Joana Machado e dois amigos se envolveram em uma briga. Os dois acabaram feridos por tiros, cuja a origem a polícia não conseguiu identificar. Joana, não se feriu, mas foi autuada por ameaça. Nenhum dos três registros virou processo na Justiça. Joana, não quis falar sobre estes episódios.
Casos do passado

Mãe de dois filhos, uma menina de 11 e um menino de 3, Joana não vive com as crianças. A menina, fruto de um casamento com o lutador profissional de jiu-jítsu, Marcelo Yogui, vive com a família do pai. Já o menino, vive com o pai, Maurício, ligado à escola Beija-Flor de Nilópolis.

No bairro onde passou a maior parte da infância, o Jardim Botânico, vizinhos contam que Joana sempre terminou os relacionamentos de forma conturbada.

- Um deles, o Carlos, ficava chorando aqui na porta. Ele era descontrolado - contou uma vizinha da noiva de Adriano.

A vizinha referiu-se a Carlos Domingos Moreira Passo Júnior. Mais conhecido como Carlão, atualmente, o ex-namorado está preso na Penitenciária Industrial Esmeraldino Bandeira, em Bangu. Ele foi detido e condenado por tráfico de drogas. Morador do Recreio dos Bandeirantes, Carlão foi apontado pela polícia como um dos maiores distribuidores de ecstasy do Rio.
Grande amor do presente

Demorou. Mas, finalmente, na última segunda-feira, Adriano Imperador admitiu, depois de chegar de mãos dadas com Joana Machado no Flamengo, o que todo mundo já sabia: "É dela que eu gosto". Parece uma conclusão simples na vida de qualquer ser humano. Mas não foi fácil para o jogador externar isso. Até então, ele só admitira publicamente ter se apaixonado por uma mulher: Danielle, uma ex-vendedora da Forum mãe de seus dois filhos. As outras mulheres que passaram pela vida do Imperador não foram marcantes. E ele sabe disso. Mas Joana era diferente.

Eles já viveram altos e baixos na relação. Logo no início do namoro, ainda na Itália, Joana descobriu estar grávida dele. O craque não pensou duas vezes: pediu que ela abortasse. E ela aceitou. E tirou o bebê lá mesmo na Europa. Depois disso, eles se separaram cinco vezes. E, agora, mesmo sem o apoio da família dele, parece que o retorno é definitivo. Parece.





Camisa branca, cabeça raspada e sorriso no rosto, num tom de rejuvenescimento, Adriano dá sinais de reação às oscilações de seu comportamento por si só. Firme de sua posição, embora o limite entre a felicidade e a tristeza seja frágil, o Imperador voltou a resistir ao tratamento psiquiátrico, indicado pelo Flamengo após a recaída emocional provocada com o barraco no Morro da Chatuba com a noiva Joana Machado. Em conversa com a médica Adriana Fiszman, formada há 20 anos pela Universidade Federal do Rio (UFRJ) e pesquisadora sobre transtornos, o atacante aplicou um drible num problema que, se não curado, tem histórico de ser implacável na marcação.

— Eu não preciso do tratamento... — afirmou.

Na Gávea, ele disse:

— Fui a uma psi-có-lo-ga — soletrou. — Não foi nesse negócio aí, não (psiquiatra).

Peso: 101 quilos
Adriano, de fato, crê que não precisa se tratar. Ontem, numa rara aparição na sala de entrevista do Flamengo, o atacante negou a existência de qualquer problema — com álcool, drogas e de relacionamento — e muito menos que esteja abalado emocionalmente, com o desejo de parar de jogar futebol.

— O que aconteceu, acontece com todo mundo. Quem nunca brigou com sua mulher? Já passou. Você acha que eu uso drogas? Se usasse, já teria aparecido num exame. Nunca usei, nem passei perto. Me preocupa ver isso no jornal, porque tenho família. Quanto à cerveja, eu posso tomar a minha. Todo mundo toma. Mas não estou com problema com o álcool.

No horizonte, Adriano olha a convocação para a Copa do Mundo, na África do Sul. Após encontrar o auxiliar-técnico Jorginho na praia, ele se mostrou mais confiante e, como habitual na entrevista, negou ter chegado aos 106 Kg.

— Quem me conhece sabe que eu não faço nada disso do que falaram. Tudo isso que aconteceu só me dá mais força. O Jorginho falou que está comigo, que sabe que quando eu quero as coisas, eu consigo — disse, alegando estar com 101 Kg.

‘É preconceito, só pode ser’
O atacante Adriano reclamou do tratamento que recebe por ter hábito de frequentar a Vila Cruzeiro, onde nasceu, e as favelas vizinhas, todas no Complexo do Alemão, na Penha. Ele saiu em defesa dos amigos.

— Ficam falando esse negócio de drogas, de álcool e até que eu morri, quando estava na casa da minha mãe, porque vou na favela. É preconceito, só pode ser. Na favela não tem só drogado, não. Tem gente de bem. Fui e vou continuar indo. Estive lá aquele dia porque os jogadores me pediram, queriam conhecer a minha comunidade. Não houve confusão. Minha noiva queria o meu bem, mas ficou chateada porque eu cheguei um pouco mais tarde em casa. Ela estava nervosa, desequilibrada, me empurrou e discutiu um pouco com o Bruno. Mas porque ela me quer bem. O problema todo foi o horário. Da próxima vez eu chego mais cedo — brincou.

O Imperador considerou-se um injustiçado e garantiu que é humilde e não costuma destratar ninguém. Ao ser lembrado que é o único do elenco que mal fala com os jornalistas e não dá entrevistas — diferentemente de Pet e Vagner Love —, Adriano explicou o porquê, e logo depois prometeu mudar o comportamento para não ser mais “injustiçado”.

— Eu só falei a verdade aqui, poderia ter mentido. Mas não adianta vir, porque eu falo uma coisa e vocês sempre escrevem outra. Então, se vocês sabem de tudo, por que eu tenho que vir? Não venho mesmo... mas acho que vou fazer um esforço para vir de vez em quando, mas se não inventarem nada — criticou.
A angústia familiar

Mãe e avó sofrem com as constantes escapulidas de Adriano para a Vila Cruzeiro

Rio - Órfão de pai, Adriano sempre fez tudo para dar uma vida melhor à mãe, Dona Rosilda, e à avó Wanda. Mas, mesmo após tirá-las da Vila Cruzeiro e levando-as para perto dele, numa confortável casa na Barra da Tijuca, elas sentem falta do Didico — como chamam o Imperador desde criança. E ele não cansa de deixar apertado o coração das duas grandes mulheres de sua vida. Não foram raras as vezes em que a mãe organizou grupos de oração, sempre na esperança de que o filho aparecesse. Em boa parte das vezes, Adriano não foi porque estava sem condições.
Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia
Dona Wanda, avó do Imperador, reclama com amigos do craque da ausência dele | Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia

Dona Wanda é quem mais reclama. Mas não com o próprio neto. E assim, são os amigos dele que têm de ouvir os sermões. “Ele não dá notícias. Deixa de estar em casa, confortável, para ficar lá dentro do Cruzeiro. Dá mais valor aos meninos de lá do que à própria mãe”, reclama ela no ombro amigo de um dos três ‘secretários’ do jogador.

Adriano anda com eles para cima e para baixo. Rafael, o primo, Macarrão e Wagner, a quem também chama de ‘primo’, com quem cresceu e foi criado na Penha. São eles que resolvem tudo na vida do Imperador. Da simples compra de um pão na esquina, do pagamento de contas bancárias, à liberação de quem chega na portaria do condomínio onde mora. Todos vivem se xingando e se tratam com expressões como ‘cachaceiro’ ou ‘pudim de álcool’, referência às costumeiras bebedeiras. Menos Adriano, chamado de ‘Presidente’.

Esta reverência, por vezes, deixou Adriano soberbo. Certa vez, ao sair de carro sem carteira de motorista, se apavorou ao ver uma blitz. Mas passou sem problemas e ironizou: “Minha carteira é a minha cara”.
mperador quase perde encontro com Lula
Quase sempre exagerando nas doses de álcool, Adriano teve dificuldades até para cumprir a agenda com o presidente


Rio - Após três dias na Vila Cruzeiro logo que conquistou o título brasileiro, Adriano voltou à casa na Barra — que ele costuma tratar como ‘barraco com piscina’ — quando seus amigos deram início ao árduo processo de convencimento: eles precisavam colocar na cabeça do jogador que seria importante que fosse com a delegação rubro-negra para ser recebido pelo presidente Lula, em Brasília, após o campeonato.


Adriano já tinha faltado à festa da CBF. “Se não quer ir, problema é seu. A carreira é sua”, chegou a repreendê-lo um dos amigos. Ele topou, mas avisou que não colocaria terno de maneira nenhuma. Trato feito. Passou o fim de semana em programas mais caseiros. Visitou a mãe e a avó, depois passou a tarde na casa dos tios, em Pedra de Guaratiba.

Até que o porre da madrugada anterior estragou todo o plano. O jogador deveria estar no Aeroporto Santos Dumont às 8h30 do dia 14 de dezembro. Não tinha condições. Às 6h, ele ainda se divertia na suíte do Sheraton, após mais uma noite regada a uísque em outra boate da Barra da Tijuca.

As ligações desesperadas do supervisor Isaías Tinoco foram ignoradas. “Mas um anjo acordou o Adriano”, lembra um parente do craque. Eram 11h. Com duas ou três ordens, Adriano já tinha conseguido fretar um jatinho para voar até Brasília. Às 12h30 ele embarcou. Posou para as fotos com o presidente, mas como prometido, sem o terno.

O estilo de vida de Adriano afetou a rotina daqueles que o cercam. “Várias vezes o Wagner (um primo) teve de brigar com o Adriano para ele ir treinar. Chegou a colocá-lo no carro bêbado e o levou”, diz outra pessoa ligada ao craque.

A preocupação é tanta que boa parte dos mais chegados ao jogador tentou convencê-lo a sair do Brasil novamente. “Aqui não tem como ele se recuperar. Ele faz o que quer no Flamengo, porque o clube deixa. Ele já frequentou médico, mas não adiantou. Na época do São Paulo, chegou a pagar R$ 1 mil por consulta. Enquanto tiver aqui, fica difícil controlá-lo”, afirma outro amigo.
Na gíria dos amigos do craque, cerveja vira 'Danone'

Rio - Adriano já admitiu ter tido problemas com o álcool, especialmente nos tempos em que vivia na Itália. Hoje, não nega que, vez por outra, toma sua cervejinha. O problema é a frequência. Adriano costuma exagerar nas doses. Se nas noitadas não dispensa uma boa mesa regada a vodca, uísque ou até champanhe, em casa ele adora ficar na varanda com os amigos bebendo. Há um freezer sempre abastecido. Na gíria deles, cerveja virou ‘Danone’.

A serpentina que deixa o chope a uma temperatura de dois graus em 20 minutos é o mimo do craque. E dos que o visitam, claro.

Como chope gelado combina com churrasco, Adriano está sempre ‘queimando uma carne’. Mas nada de colocar a mão na massa. Volta e meia o jogador liga para uma das famosas churrascarias da região e faz a encomenda. Pobre Jair, gerente de uma delas, que tem que se desdobrar para tentar fazer tudo do jeito que o Imperador gosta.

Nesse turbilhão de álcool, uma história recente retrata a confusão que se instala entre os muros da mansão de Adriano. Num show privado do sambista Diogo Nogueira, a farra varou a madrugada e seguiu pela manhã. Às 9h havia gente chegando, enquanto uma mulher, nua, trancada num quarto, gritava desesperadamente para alguém voltar com a chave.
As noites de arromba na corte imperial
Adriano promove inúmeras festas com muito sexo em casa e em suíte de hotel, com direito a anões, travestis, modelos, jogadores de futebol e até animais



Rio - Artistas, travestis, garotas de programa, jogadores de futebol. A mansão de Adriano está lotada para mais uma noite de arromba. Esta, no entanto, promete um algo mais. A atração especial enlouquece os convidados. Alguns caem no chão, rolam de rir. Não acreditam na cena que presenciam. Um asno de verdade e um anão entram em ação para um bizarro show de sexo explícito que faria inveja ao imperador romano Calígula, famoso pelas orgias que promovia.


A história, contada por dois companheiros de Flamengo e confirmada por um empresário, beira o inacreditável. E ajuda a traçar um pouco da personalidade conturbada do craque. Ao mesmo tempo em que fazia gols decisivos, levava o time ao campeonato brasileiro, entre tantos episódios de indisciplina relevados pela diretoria, Adriano colecionava histórias mirabolantes que revelam a vida louca que o camisa 10 leva fora das quatro linhas.

Resistir à tentação, no caso de Adriano, é reconhecidamente difícil. Após uma de suas intermináveis festas organizadas durante as férias de fim de ano, já eram quase 16h e o craque ainda dormia em seu quarto. Uma mulher queria falar com ele, acordá-lo para mais sexo, mas acabou tendo a ideia barrada por um assessor.

CARDÁPIO FEMININO

Nesse vasto cardápio feminino — que inclui mulheres frutas, atrizes, modelos e ex-BBBs — um rapaz de nome Ed tem papel fundamental. Sempre cercado de amigas, é uma espécie de agenciador sexual. E é sempre bem-vindo, onde quer que Adriano esteja. Seja em casa, seja no camarote VIP da People, uma das boates mais frequentadas pelo Imperador. A conta sai barata. Basta pagar o táxi das moças para casa.

AS MUSAS DA VEZ

Nessa coleção de beldades, entre famosas e anônimas, nenhuma delas causou tanto impacto quanto Joanna Machado. “Não deu certo com a Cássia porque ela ficava na Internet o dia inteiro, era tranquila demais. Essa não. Ela vai lá atrás dele nas favelas da Penha e não quer nem saber”, conta um amigo do craque.

Joanna, noiva do craque, foi protagonista do barraco da semana passada, que teria provocado a depressão do Imperador.

Ela brigou de forma violenta com Adriano na favela da Chatuba, onde ele participava de uma festa com outros jogadores do Fla.

Cássia, em questão, é Cássia Menega, com quem parecia viver a fase mais ‘light’ de sua carreira. Mas nem o fato de a moça de fora estar dentro de sua casa no Rio era obstáculo para o artilheiro. A diferença era que, em vez de ‘jogar em casa’, atuava numa das suítes do Hotel Sheraton.

Às vésperas de Cássia voltar para Porto Alegre, onde teria de fazer uma prova, Adriano decidiu ‘chutar o balde’. Ficou dois dias fora de casa e, na segunda-feira em que ela embarcou, ele ainda não tinha voltado. O ponto final foi por telefone.

Sem pedir licença, a ex-BBB Priscila já tinha feito a cabeça do jogador. Os dois sempre negaram o caso. Mas a intimidade era tanta que, certa vez, ela tocou a campainha da casa dele às 2h15 da madrugada. Depois de alguns chopes, Adriano montou na moto e foi levá-la em casa. Eram quase 5h.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Olá teve um comentário que me chamou a tenção, gigi vc esta certíssima mais sabe porque ele ri porque somos bobas mesmo quando ele ta mal estamos com ele para apoiar mais didico dor de barriga não se tem uma ves só não.. mais eu mesmo decepcionada não com o que ele faz com a vida dele porque isso é problema dele e ele ta cego, já que vc rir lê isso então procura alguém pra conversar seu lado espiritual ai eu quero vê se vc vai continuar a rir pede pra sua amada pra ver se ela assume e tem coragem de te levar aonde ela frequenta.. se ela realmente te amasse levaria vc para resolver esses assuntos que estão todos fora de ordem que causam essa perturbação, mais não ela quer vc assim....e mais o seu pouco caso com os fãs isso é notório não precisa vem aqui me dizer não isso já percebo.. olha vc rir da gente mais no fundo eu que rio de vc.. é digna de pena como ele..vc gosta é da boa vida e não dele!! pode rir a vontade que no fundo o seu maior sonho e tentar um dia ser igual a Daniele mais isso queria nem nascendo de novo..mais Adriano eu sou fã tudo que fiz por vc e faço nunca esperei nenhum tipo de reconhecimento.. mais sim respeito com os seus fãs...porque a sua amada não tem mais isso seria esperar muito dela...abre o olho didico...

terça-feira, 9 de março de 2010

Isso tem um nome Doença... didico um dia vc vai descobrir o que é o amor.. ai vc vai ver que isso é obsessão.. que pena ...vc deu um tapa na cara dos torcedores do flamengo.. que tapa e ta doendo viu...

O que os torcedores do Flamengo estão dizendo?

Levi
maiis que casalsinho safado!
realmente se merecem!

Daniele
vai, volta com a vadia mesmo :x
Só não prejudica o flamengo por causa disso.
Realmente, eles se merecem! ;s

Greg
Ah, pra merda o Adriano..
Se eu deixasse de trabalhar por causa de briga com namorada tava fu****
Se não consertar, melhor ir embora mesmo.. O Fla é maior que isso tudo, ou vão deixar ele fazer uq quiser aqui pra sempre!?

Bruno
Fico revoltado ao perceber que condenam a presidente Patricia Amorim por ameaçar rescindir o contrato do profissional (hahaha) Adriano.
O cara contribuiu, e muito, para a conquista do hexa!
Mas cadê o amor próprio de vocês?
O adriano é um puta de um jogador, mas isso não dá o direito de transformar nosso clube numa bagunça, num passatempo qualquer pra ele ficar enquanto achar que deve.
Já deu entrevistas dizendo que vê jogo da Inter de milão e sente seu coração lá com eles.........agora essa putaria toda.... acham mesmo que dá pra ganhar libertadores com essa bagunçada toda??
Se preparem pra uma grande decepção então...
Quero ser campeão da libertadores, com ou sem Adriano!
Amo o flamengo, e ODEIO ver gente pisando no meu clube!


Por J. Ribeiro

Não vive sem ela', diz amigo do Imperador

Lancepress
Passada a confusão que envolveu Adriano e sua noiva, Joana Machado, o casal apareceu junto novamente nesta terça-feira, na Gávea, quando o atacante chegava para treinar.
Mas a reaproximação do Imperador com Joana Machado não é surpresa para todos. Amigos próximos do jogador garantem que a paixão entre os dois ultrapassa os limites do bom senso. Um deles garante que o Adriano está cego e que correu atrás da noiva para reatar.
- Adriano que foi atrás dela. Ou, no mínimo, mandou alguém. Está cego, louco por essa mulher. Não gosta que ninguém olhe para ela. Fica até uma situação complicada para os amigos, que ficam com medo de causar algum constrangimento. Ele não consegue viver sem ela, por isso acontecem esses problemas - revelou.
Na quinta-feira passada, Adriano e outros jogadores do Flamengo se envolveram em uma confusão na favela da Chatuba, envolvendo a noiva do Imperador, cenas de ciúmes e carros quebrados. Pelo acontecido, o craque rubro-negro não compareceu ao treinamento de sexta e, por isso, não participará do jogo desta quarta-feira, contra o Caracas (VEN), pela Copa Libertadores.

segunda-feira, 8 de março de 2010


Ola atodas as mulheres .. nos mercemos um dia né.kkk bem mais em especial as mulheres da vida do adriano...grande beijo a todas..







Feliz Dia Internacional da Mulher!

Mulher...
Que traz beleza e luz aos dias mais difíceis
Que divide sua alma em duas
Para carregar tamanha sensibilidade e força
Que ganha o mundo com sua coragem
Que traz paixão no olhar
Mulher,
Que luta pelos seus ideais,
Que dá a vida pela sua família
Mulher
Que ama incondicionalmente
Que se arruma, se perfuma
Que vence o cansaço
Mulher,
Que chora e que ri
Mulher que sonha...

Tantas Mulheres, belezas únicas, vivas,
Cheias de mistérios e encanto!
Mulheres que deveriam ser lembradas,
amadas, admiradas todos os dias...

Para você, Mulher tão especial...



Amém ele voltou.. gente quanta asneiras estão falando meu Deus.. chega a ser ridículo.. didico treine e entra forte contra o Vasco.. bjs


Conforme prometeu, o atacante Adriano apareceu nesta segunda-feira no Ninho do Urubu. O jogador, que chegou ao local por volta das 15h20m, nem calçou chuteiras. Inicialmente, participou do bate-papo do grupo com a comissão técnica. Em seguida, conversou separadamente com o auxiliar de preparação física Daniel Jouvin. Por fim, quando a imprensa teve acesso ao Ninho, ele se retirou do gramado e foi para a sala de musculação.

Adriano estava há 12 dias sem treinar. Primeiro, foi a Londres defender a seleção brasileira em amistoso contra a Irlanda, terça-feira passada; depois, se envolveu num barraco com sua noiva, Joana Machado, na madrugada de quinta para sexta-feira, e foi liberado pela diretoria.

O atacante passou o fim de semana em Búzios, e voltou ao Rio no início da tarde. Ele não enfrenta o Caracas, nesta quarta-feira, pela Libertadores. E, provavelmente, não concederá entrevista coletiva nesta segunda-feira.

O atacante Wagner Love, que levou um tostão no jogo contra o Resende, sábado, pela Taça Rio, também deixou o local do treino para se tratar no departamento médico.

Só isso que eu tenho pra dizer isso é amor....


Fãs- Quantas vezes eu vou ter que te falar que ela não presta?

Adriano- Mas sem ela eu não sou feliz.

Fãs- Tô cansando de tentar te alertar sai fora dessa..

Adriano- Tenho medo de não conseguir.

Fãs- Negrão...inventa qualquer desculpa, mas com essa maluca você não vai ter paz.

Adriano- Negrão... mas eu já tô envolvido, tenho até apelido, tô curtindo demais.

Fãs- Tá curtindo o que? Todo mundo falando da sua vida! Isso é vida?

Adriano- Dane-se você e me respeite ou a gente parte pra briga!

Fãs- São só palavras de amigo, não quero contigo me aborrecer não!

Fãs- Então tá! Não queria, mas vou ter que falar, todo mundo já cansou de brincar com aquela que você diz amar!

Adriano- Então tá! Vai ser triste, mas eu vou te entender, porque eu nunca duvidei de você. Deixa quieto dela eu vou me esquecer!

Fãs -Amémmmmmmmmmmmmmm



A loura fatal que tirou Adriano da Libertadores

Há quase dois anos, a personal trainer Joanna Machado vive com o Imperador uma história de amor, ódio e barracos

Rio - Uma relação de amor e ódio. Assim pode ser definido o namoro do jogador Adriano e a personal trainer Joanna Machado. Entre idas e vindas, os dois estão juntos há quase dois anos e protagonizam uma relação conturbada e marcada por escândalos. O último acabou tirando o craque do jogo do Flamengo pela Libertadores, contra o Caracas, na quarta-feira.

No ano passado, Joana e Adriano tiveram o primeiro barraco público. Após Adriano negar que se casaria, Joanna revelou que o jogador costumava ficar descontrolado quando bebia. E acabou confessando que havia abortado um filho do atacante.

Longe de Joanna, o Imperador teve um rápido affair com a gaúcha Cássia Menega, no fim do ano passado. No início desse ano, o casal reatou. Adriano optou por manter a namorada em uma espécie de ‘cárcere privado’: proibiu-a de ir à praia, ao shopping, de malhar e até mesmo de receber amigos na residência deles, na Barra.

Amigos contam que a loura só podia sair de casa acompanhada da avó ou da mãe do atacante.

“Ele é ciumento e sabe a mulher que tem. Os dois se gostam, vivem brigando e estão sempre juntos”, contou uma amiga do casal. “Quer saber se estão juntos ou brigados? É só ver onde a Joana está, se for no Jardim Botânico, brigaram. Quando fazem as pazes, ela volta para a Barra”.

Há quatro semanas, o casal teria brigado após um churrasco promovido por Adriano em sua casa. A discussão resultou em agressão, e o irmão de Joanna teria se envolvido na confusão. Apesar de Adriano ser visto como o “brigão da relação”, a própria amiga confessa que Joanna também tem um gênio forte. “Joana é barraqueira mesmo, não tem jeito”, disse.

Enquanto isso, seu Rui, pai da loura, está recebendo a filha em sua casa desde a confusão de quinta-feira.

Ontem, ele afirmou que Joanna não pretende se pronunciar sobre o assunto. “Ela não quer e não vai falar sobre esse assunto. Nem hoje e nem depois. Tudo isso que aconteceu é muito íntimo”, disse Rui, que prefere não opinar sobre o barraco entre sua filha e o Imperador Adriano. “Não quero opinar sobre nada. Nem sobre o Adriano. Eu prefiro não me meter na vida deles”

Oi.. que bom que ele ta exparecendo isso mesmo.. cabeça no lugar didico e estamos com vc...grande beijo


Refúgio do Imperador foi na mansão com piscina de água salgada

Rio - Na Região dos Lagos, o Imperador relaxou com os amigos e família com churrasco e banho de piscina na luxuosa mansão de R$ 1,7 milhão, com direito a piscina que é enchida diretamente com água do mar.

“Estamos bem...Não quero falar mais nada, pois escrevem e falam muita coisa errada”, afirmou a avó do jogador, dona Vanda, que esteve com o craque nos últimos dias.

Segundo relatos de pessoas próximas, Adriano tem exagerado na bebida e segue com seus passeios de moto, tanto na favela quanto no condomínio da mãe, na Barra.

Foto: O Peru Molhado
No detalhe, o braço de Adriano machucado | Foto: O Peru Molhado

O atacante está com um machucado no braço. Alguns amigos garantem que ele teria sofrido um novo acidente com moto, mas outros afirmam que Adriano se machucou enquanto disputava uma pelada na Vila Cruzeiro.

EXÍLIO COM CHOPE

A estada de Adriano em Búzios foi com a família, amigos, muita diversão e rodadas generosas de chope. Além de churrasco na sua mansão, o Imperador esteve no sábado à noite no Anexo Bar, na Orla Bardott, um dos points do balneário.

Ontem, o atacante seguiu com seus momentos de relax no La Barceloneta, outro lugar badalado do local, e de novo foi o centro das atenções.

Um pouco ressabiado, mas com um sorriso no rosto, Adriano praticamente não teve paz durante seu exílio na Região dos Lagos. Posou para foto com alguns torcedores e causou alvoroço entre as mulheres, que cercaram-no em busca de autógrafos e um registro fotográfico. Perguntado por um torcedor sobre seu futuro no Rubro-Negro, respondeu:

“Está tudo tranquilo. Vou treinar amanhã (hoje)”.

Pessoas presentes nos locais revelaram que Adriano se deliciou com chopes e petiscos, mas, de bermuda listrada, sandálias e camisa preta, alternava momentos de sorrisos com outros de semblante fechado.


Adriano só vai jogar quando estiver com a cabeça boa

Rio - Depois da vitória sobre o Resende no sábado, o time se reapresenta hoje já visando o importante jogo de quarta-feira, contra o Caracas, na Venezuela, pela Libertadores. Adriano não viajará com a delegação. Para essa partida, Andrade também não contará com Willians, que foi expulso na estreia da competição sul-americana, contra o Universidad Católica. O técnico disse que o Imperador só será utilizado na hora certa.

“Vamos ter calma e paciência. Ele irá atuar quando estiver com a cabeça boa. É uma referência, mas não podemos precipitar nada”, disse .

domingo, 7 de março de 2010


Olá .. olha como são as coisas eu estava comentando ontem isso com um amigo.. que a Dani tinha que ter muito cuidado com as pessoas invejosas .. ela esta queta no canto dela refazendo a vida dela.. na dela.. vai um espirito sem luz jogar uma materia no jornal pra desviar o foco.. dani segue bem na sua religião reze e proteja mesmo os seus filhos.. é muita inveja!!!




Após promover o barraco com Adriano no Morro da Chatuba, na madrugada de quinta para sexta-feira, quando brigou feio com o jogador e apedrejou os carros de Vagner Love, Álvaro e Denis Marques, Joana Machado teria sido amarrada numa árvore, a mando do Imperador, que ficou rindo da cara da noiva. O “castigo” durou até as 7h da manhã.



Andrade sobre Adriano: 'O momento é de ter calma'



pós o Flamengo golear o Resende por 4 a 0, neste sábado à noite, em Volta Redonda, o técnico Andrade falou sobre a situação de Adriano. O atacante não apresentou condições psicológicas de jogar depois de sair no tapa com sua noiva, Joana Machado, na madrugada de quinta para sexta-feira, numa favela.

O treinador disse que, no momento, o mais importante é se colocar à disposição para ajudar o Imperador, sem fazer previsões sobre quando o atacante poderá estar novamente em campo.

- Temos que procurar ter tranquilidade. Não adianta pressioná-lo. Se Adriano disser que tá com a cabeça boa, vai jogar, se não, vamos esperar. O momento é de fazer as coisas com calma - disse Andrade, resignado com a ausência do Imperador também no jogo de quarta-feira, contra o Caracas, na Venezuela, pela Copa Libertadores:

- Vou seguir a determinação da diretoria. Se ela diz que Adriano não pode jogar, não tenho motivo para insistir.

sábado, 6 de março de 2010

isso mesmo pense na sua carreira e pessoas que gostam de vc.. força didico.. bjs



Agente diz que Adriano não irá se aposentar após afastamento





A briga feia que teve com a noiva Joana Machado na madrugada de sexta-feira deixou Adriano de cabeça quente, mas não o leva a pensar em dar um tempo na carreira como fez ano passado antes de acertar com o Flamengo depois de ter deixado a Inter de Milão, da Itália.
"Não vejo risco de isso acontecer. O Adriano me disse que precisa esfriar a cabeça, com o que concordo, mas não deu sinal de que pode ter uma recaída e ficar deprimido", disse Gilmar Rinaldi, agente do Imperador.

Adriano foi afastado dos jogos contra o Resende, que seria realizado neste sábado à noite, e Caracas (na próxima quarta-feira, na Venezuela, pela Copa Libertadores). Abalado com a confusão, ele disse à diretoria que não tinha condição psicológica para treinar.
Contando o tempo em que esteve na seleção brasileira, o atacante já não aparece na Gávea há 11 dias. O plano é que ele treine duro a partir de segunda-feira para voltar ao time no clássico do próximo domingo contra o Vasco.


Na madrugada de sexta-feira, junto com vários jogadores do Flamengo - entre eles Vágner Love e o goleiro Bruno -, Adriano foi a um baile funk na favela da Chatuba, no Complexo do Alemão. Joana Machado apareceu por lá e começou a discutir com o Imperador e seus companheiros.
Quebrou os vidros do carro de Adriano e também do de outros jogadores, trocou ofensas com Bruno e agrediu o jogador, que a empurrou.

PARA A EUROPA?

Gilmar Rinaldi não sabe se o incidente fará o atacante pensar com mais carinho na possibilidade de voltar para o futebol europeu depois da Copa, mas considera que seu cliente está preparado para jogar fora do Brasil de novo. "Estive no Rio há alguns dias e conversei isso com o Adriano e a namorada na casa dele."

A notícia da confusão chegou aos ouvidos de Dunga. Em declaração ao jornal Extra, do Rio de Janeiro, o técnico da seleção disse que o que aconteceu é "um problema interno entre Adriano e o Flamengo". Mas não perdeu a chance de dar o seu recado. "O que posso garantir é que não vão fazer o que fizeram em 2006. E não só porque eu não quero, mas porque o presidente da CBF não quer, os jogadores não querem e o torcedor não quer."
O treinador reiterou que não levará para a Copa quem não estiver em boas condições físicas. E se Adriano continuar treinando só quando quer, corre o risco de perder o seu lugar na lista de convocados para o Mundial. (do Estadão)










Dri bota a cabeça no lugar , pensa a nação ta junto com vc...quanto mais eu leio mais bolda eu fico


Adriano passou a noite na casa de parentes na Vila Cruzeiro

Atacante do Flamengo volta para sua casa na manhã deste sábado

Adriano não participará dos próximos dois jogos do Flamengo

Adriano não participará dos próximos dois jogos do Flamengo (Crédito: Gilvan de Souza)


Envolvido em mais uma polêmica extra-campo, Adriano passou a noite na casa de parentes na Vila Cruzeiro, uma favela localizada no bairo da Penha, na Zona Norte do Rio de Janeiro. O atacante do Flamengo volta na manhã deste sábado para sua casa, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Por ter voltado a faltar ao treino do Flamengo na última sexta-feira, Adriano foi cortado dos dois próximos jogos do time: contra Resende (o que já estava planejado), pelo Campeonato Carioca, e contra o Caracas, pela Copa Libertadores.



Olá eu já estava achando estranho o sumiço do Dri.. mais isso .. olha eu não vou mais falar porque nos falamos a família dele fala os amigos e ele acaba voltando pra ela..mais que vergonha , se ridicularizado perante os amigos e gente tb que não tinha nada a ver.. olha to fora..uma coisa que eu li falando da mãe e da avó gente família mesmo não gostando apoia ,eu vivi isso aqui na minha casa sabíamos que mulher não prestava mais meu irmão tava feliz íamos fazer o que .. teve que tomar muito pra aprender e isso o dri escuta porque eu sei que ele escuta ,que ela não presta mais ele ouve não e dá nisso..Dri uma coisa nos temos que ter amor próprio podemos amar sim mais primeiro temos que nos amar e nos dar valor.. isso infelizmente vc não faz...acredite mais em vc.. que vergonha!!!


Adriano se refugia na Região dos Lagos em busca de sossego

Jogador do Flamengo vai com amigos e familiares para a casa de R$ 1,7 milhão que comprou em Búzios




Poucas horas antes de o Flamengo enfrentar o Resende, em Volta Redonda, Adriano cruzou as estradas fluminenses em busca do sossego. Na direção oposta à dos companheiros, o jogador seguiu para a casa dele em Búzios, na Região dos Lagos. O imóvel foi comprado recentemente por R$ 1,7 milhão.

Por volta de 13h, o jogador parou em um posto de gasolina na rodovia Niterói-Manilha. Ele dirigindo sua BMW X6 com familiares e amigos e havia outro carro o acompanhando. Requisitado por torcedores, ele deu autógrafos, mas permaneceu com o semblante fechado.

Segundo relatos de pessoas próximas ao casal, Adriano vive uma paixão conturbada com Joana Machado. Depois que terminou com a gaúcha Cássia Menega e reatou com a personal trainer, o Imperador novamente teve problemas emocionais e ultimamente manteve a noiva trancada em casa a maior parte do tempo. No Carnaval, presenteou-a com um carro de luxo para evitar que desfilasse na Marquês de Sapucaí.

O ciúme também foi a causa da cena em que Joana o encontrou na favela da Chatuba, na madrugada de sexta, e entre gritos e agressões físicas, danificou carros de pelo menos três jogadores do Flamengo.

No dia seguinte, bastante abalado, Adriano repetiu o discurso de 2009 e cogitou a possibilidade de abandonar o futebol. Ciente da complexidade da situação, a diretoria rubro-negra o liberou dos treinos até segunda-feira. Por causa disso, ele ficará fora da partida contra o Caracas, quarta, pela segunda rodada da Taça Libertadores.


vai largar o futebol por causa de mulher.. ah fala serio .. que isso ia acontecer todo mundo havia previsto vc Adriano que não enxerga..e ainda nega ah didico fala serio!!!!


Abalado, Adriano voltou a falar em largar o futebol

Aos amigos, jogador volta a demonstrar amargura de 2009. ‘Não vamos deixá-lo chegar ao mesmo quadro’, disse Marcos Braz


Situação de Adriano preocupa o Flamengo

O que seria um mero barraco de casal transformou-se no estopim de uma nova onda de desânimo em Adriano. Em diversos momentos da sexta-feira, horas depois do episódio na favela com a noiva Joana Machado, o jogador voltou a falar em largar o futebol aos amigos que o acompanharam.

Em 2009, o Imperador largou a vida na Itália, pediu um tempo de 40 dias na carreira e só retomou a tranquilidade quando acertou com o Flamengo.

A três meses da Copa do Mundo, o jogador vive uma situação delicada. Em Londres, recebeu um ultimato de Dunga por causa das constantes faltas aos treinos do Flamengo e do relaxamento profissional.

Ao chegar ao Rio de Janeiro, enfrentou o problema passional e desmontou. O vice-presidente de futebol Marcos Braz esteve na casa dele por três horas na tarde de sexta.



- Não vou revelar o conteúdo da conversa porque é algo íntimo. O Adriano estava bem abatido e vamos fazer de tudo para não deixá-lo chegar ao quadro de 2009 - explicou o dirigente.

O veto do jogador para a partida contra o Caracas, quarta-feira, surpreendeu a torcida. Em fóruns de discussão, os rubro-negros consideraram “frescura” a ausência dele em compromisso tão importante. Braz explica a situação:

- Ele precisa treinar e não tem condição psicológica para encarar uma viagem de 6h. As pessoas quando têm problemas emocionais tomam remedinho e fica tudo bem. O Adriano não pode tomar remédio para equilibrar as coisas.


Adriano fala sobre 'problemas particulares'

Imperador nega que seja com a noiva, Joana Machado

Adriano faltou mais uma vez ao treino do Flamengo (Crédito: Gilvan de Souza)

Adriano faltou mais uma vez ao treino do Flamengo (Crédito: Gilvan de Souza)




Adriano confirmou ao LANCENET! que problemas pessoais vão afastá-lo do time do Flamengo por alguns dias. Ele está fora do jogo deste sábado contra o Resende, às 19h30, em Volta Redonda, pela terceira rodada da Taça Rio, e, segundo Marcos Braz, vice de futebol, também não enfrentará o Caracas, na Venezuela, na quarta-feira, pela Libertadores.

O Imperador, porém, negou que seu afastamento tenha sido motivado por uma briga, que teria terminado até em agressão física, com Joana Machado, sua noiva, durante um baile funk na favela da Chatuba, na Zona Norte do Rio, na presença de vários outros atletas rubro-negros.

Após retornar de Londres, onde defendeu a Seleção Brasileira, Adriano e mais alguns jogadores do Flamengo foram para o baile funk. O que os atletas não contavam é que a noiva do Imperador, Joana Machado, apareceria no local e começasse um verdadeiro barraco com os rubro-negros, chegando a tentar apedrejar os carros dos jogadores. Quando Adriano interveio, Joana teria agredido o atacante, que chateado, pediu para expulsarem a personal trainer da favela, segundo informações do site do jornal "Extra".

- Estou passando por alguns problemas particulares, mas não tem nada com a Joana. Estou concentrado para o jogo de quarta - disse Adriano, sem saber que havia sido barrado pelo vice de futebol, Marcos Braz, do jogo contra o Caracas, pela Libertadores.

O problema particular foi confirmado ao LANCENET!, nesta sexta-feira à noite, também por um dirigente da cúpula do clube, que pediu anonimato. Mas ele negou que a briga entre Adriano e Joana tenha terminado com apedrejamento de carros de outros jogadores do Flamengo, em um baile funk.

Mais uma polêmica envolvendo Adriano começou na tarde desta sexta-feira, após ele ter faltado ao último treino do time, na Gávea, antes do duelo com o Resende. Ao comentar a falta do jogador, que já está há dez dias sem treinar pelo clube, período em que esteve com a Seleção Brasileira em Londres, para o amistoso com a Irlanda, e ainda ganhou alguns dias de folga, o técnico Andrade passou a decisão para a diretoria.

- A decisão veio de cima e eu acatei - disse o treinador.

Logo depois, Marcos Braz deu outra versão, alegando que a comissão técnica e o departamento médico decidiram em conjunto pelo afastamento, pois o jogador precisaria de um trabalho físico especial durante a semana, para recuperar os dias perdidos de trabalho.




Que vergonha, mais que vergonha....mais os bandidos tinhan que ter dado uma surra nela .. não é a lei do morro se brigar e surra.. tinham que ter dado..



Socos, pontapés, festa regada à funk na favela, bebedeira e quebra-quebra. Estes foram os ingredientes que vão desfalcar o Flamengo de seu principal jogador, o atacante Adriano, no jogo de amanhã, contra o Resende, em Volta Redonda, e no de quarta-feira, contra o Caracas, pela Libertadores.

Ontem à tarde, na Gávea, o Imperador faltou ao treino mais uma vez, completando o nono dia longe do clube. O volante Kleberson, que estava na seleção com o jogador, treinou normalmente. Após a atividade, o vice de Marcos Braz explicou o motivo da ausência do atacante, revelando que Adriano não teria condições de atuar nos próximos dois jogos.

O dirigente não quis entrar em detalhes sobre o problema, mas entre os muros da Gávea fala-se abertamente dos motivos do afastamento do Imperador. Na última quinta-feira, os jogadores do Flamengo se juntaram a Adriano num jantar na Barra da Tijuca. De lá, Adriano, Vagner Love, Bruno, Álvaro e alguns jovens do elenco partiram para um churrasco numa festa ao som do funk, no Morro da Chatuba, na Penha.

Os atletas não contavam, porém, que Joana Machado, noiva do atacante, fosse à favela atrás do craque. Revoltada, ela começou a apedrejar os carros de Vagner Love e Álvaro. Ao se dirigir para o do goleiro Bruno, foi contida e ofendida pelo capitão do time.

- O meu carro você não quebra, não, sua p... - gritou Bruno.

Adriano, então, interveio e foi agredido a socos por Joana Machado. O jogador revidou as agressões da noiva, sob olhares dos chefes do tráfico local, e pediu aos traficantes para que a expulsassem da favela. Caso ela se recusasse, Adriano deu ordem para que ela fosse amarrada a uma árvore até o amanhecer.

Há duas semanas, o casal se meteu em outra confusão. Joana quebrou diversos objetos na casa de Adriano, de onde foi expulsa para a casa dos pais, no Jardim Botânico. Joana e Adriano começaram o namoro em 2008, quando o jogador estava na Itália, atuando pela Inter de Milão. No início deste ano, após muitas brigas e reconciliações, Adriano e Joana ficaram noivos, logo após ela ter dito que fez aborto de um filho do jogador e que ele ficava incontrolável quando bebia.

quinta-feira, 4 de março de 2010
















































Olá galera bem eu costumava a postar falando assim oi é chris postando.. vou voltar.. pra quem esta entrando agora não é o Adriano que escreve esse blog tá sou eu (chris) , só para esclarecer.. olha dele sair do flamengo ja nem vou me pronunciar não sabemso o que o didico tem na cabeça então vai entender... vou postar umas fotinhas da festa da dona rosilda...grande beijo



Empresário se antecipa e coloca Adriano entre Real Madrid, Barcelona e Roma

Gilmar Rinaldi ignora Flamengo e diz que Imperador retorna à Europa em breve, mas com uma exigência: equipe tem de ter brasileiros



Adriano em treino do Flamengo

O Flamengo dá os primeiros passos na Taça Libertadores, a lista de convocados para a Copa do Mundo sequer foi anunciada, mas o empresário de Adriano, Gilmar Rinaldi, já começa o lobby para devolver o atacante ao mercado europeu.

Nesta quarta-feira, em declaração à rádio italiana Centro Suono Sport, o agente garantiu que o retorno do Imperador está próximo. E deu as opções de clubes e um pré-requisito.

- Adriano em breve retornará à Europa, em uma equipe que pode ser Roma, Real Madrid ou Barcelona. Mas certamente um time que tenha brasileiros. Ele está pronto para voltar e juntos vamos resolver a situação – disse Rinaldi.

O jogador tem contrato com o Flamengo até o fim de maio e recentemente afirmou que ainda não planejou seu futuro. Ele lembrou que abriu mão de muito dinheiro para voltar ao clube que o revelou.

- Meu futuro eu não planejei. Quero fazer meu nome no Flamengo. Já consegui o Brasileiro e agora quero a Libertadores. Perguntaram se eu tinha capacidade de voltar para a Europa e eu disse que sim. Mas isso tem de ser pensado. Estou muito bem no Flamengo. Estou feliz e dinheiro não importa. Dinheiro nunca foi primeiro plano. Senão eu ficava lá e não mandava embora R$ 14 milhões. Se for bom para mim, eu vou. Se não for, eu fico – afirmou.

Nesta quarta-feira, o Rubro-Negro enfrenta o Madureira, às 21h50m (de Brasília) pela segunda rodada da Taça Rio sem a sua estrela. Ele atuou pela seleção brasileira contra a Irlanda, em Londres, e deve voltar ao time na partida de sábado contra o Resende.

quarta-feira, 3 de março de 2010


Ola atuação do dri foi discreta mais agora é com o dunga né. didico fica na sua o que vc podia fazer ja fez agora é rezar.. galera saudades.. bjs

Delegação da Seleção Brasileira desembarca no Brasil nesta quinta-feira
Chegada está prevista para as 6 horas em São Paulo e às 10 horas no Rio de Janeiro


Após a vitória de 2 a 0 sobre a Irlanda nesta terça-feira, no Emirates Stadium, a delegação da Seleção Brasileira jantou no Hotel Dorchester em clima de muita alegria, mas também de despedida. Ao deixarem a mesa, os jogadores se despediram dos integrantes da comissão técnica, já que viajaram na manhã desta quarta-feira para se reapresentar aos seus clubes na Europa.

Kaká voltou antes para Madri. O craque seguiu direto do Emirates Stadium para o aeroporto, em Londres, mas antes fez questão de entrar no ônibus da delegação para se despedir daqueles que já haviam deixado o vestiário.

Adriano, Gilberto, Kleberson e Robinho contiuam com a delegação no Hotel Dorchester, retornando ao Brasil nesta quarta-feira à noite. O vôo JJ 8085 da TAM tem chegada prevista, nesta quinta-feira, às 6 horas em São Paulo, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, e 10h30 no Rio de Janeiro, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, de quinta-feira.

Ola ainda sem pc.. mais to voltamndo aos poucos tá.. didico que lindo essa foto amei...bjs






Adriano: 'É um jogo para carimbar o passaporte para a Copa do Mundo'


ao hotel da seleção em Londres

Adriano também já se apresentou à seleção brasileira , neste domingo, no hotel The Dorchester, em Londres, na Inglaterra, local do amistoso da próxima terça-feira contra a Irlanda. O atacante chegou junto com os outros três jogadores que atuam no futebol brasileiro - Robinho, Kleberson e Gilberto. Elano foi o primeiro a aparecer. Além deles, toda a comissão técnica já está no Reino Unido.

O Imperador, que tem boas chances de ser titular com o corte de Luis Fabiano, resumiu com poucas palavras a importância do amistoso. A partida contra a Irlanda, que vai ser disputada às 17h05m (de Brasília), é a última antes da convocação final para a Copa do Mundo da África do Sul e vai ser transmitida ao vivo pela Rede Globo. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.

- É um jogo para carimbar o passaporte para a Copa do Mundo . E eu espero fazer isso aqui - disse o atacante do Flamengo .